Corte de Espinhos e Rosas, de Sarah J. Maas [RESENHA]

Título: Corte de Espinhos e Rosas Autora: Sarah J. Maas Páginas: 434 Ano: 2015 Editora: Galera   Sinopse Em Corte de Espinhos e Rosas, um misto de A Bela e A Fera e Game of Thrones, Sarah J. Maas cria um universo repleto de ação, intrigas e romance. Depois de anos sendo escravizados pelas fadas,

A Mensageira da Morte, de Vivianne Sophie [RESENHA]

Título: A Mensageira da Morte Autora: Vivianne Sophie Páginas: 310 Ano: 2017 Editora: Multifoco   “Sentei no último degrau da escada, ouvindo meus tios sussurrarem coisas incoerentes. Ouvi Julian chorar no quarto acima e Kaio dizer algo para mim. Quando Nanná e Cal viraram para me encararem, senti tudo ao meu redor desabar e comecei a me

Porção Literária – Os Filhos dos Imortais – A Herança do Novo Mundo, de Wallace Cavalcante

Olá leitores do Sala Literária! Essa semana postei aqui no blog a resenha do livro Os Filhos dos Imortais – A Herança do Novo Mundo, de Wallace Cavalcante. E hoje, trouxe para vocês em nossa Porção Literária, alguns dos trechos que se destacaram durante toda a história. O livro Os Filhos dos Imortais – A

Os Filhos dos Imortais – A Herança do Novo Mundo, de Wallace Cavalcante [RESENHA]

Título: Os Filhos dos Imortais – A herança do Novo Mundo Autor: Wallace Cavalcante Páginas: 403 Editora: Amazon Ano: 2015   “A Sombra tinha duas certezas. Primeiro: era imortal, por isso não precisava se preocupar com a idade. Segundo: nada neste mundo poderia feri-la, fisicamente, ou sentimentalmente. No entanto, estas duas convicções estavam erradas.”   Resumo No

O Fim do Amanhã, de Daniel Gasparin [Resenha]

Título: O Fim do Amanhã Autor: Daniel Gasparin Páginas: 326 Editora: Chiado Ano: 2015   “Um ponto luminoso no fim da vastidão infinita apareceu, parecia cada vez menor e menor, Tom tentou se aproximar, mas quanto mais perto chegava, menor ele ficava, quando ficou tão pequeno a ponto de sumir, houve uma explosão de luz, uma luz tão

Isso não é um seriado americano, de Ílato Oliveira [Resenha]

“Eu simplesmente não conseguia entender o porquê das pessoas se importarem tanto com a vida dos outros. Ninguém conseguia entender o que se passava em minha cabeça, todos imaginavam que era fácil ser a garota invisível que simplesmente estava ali por estar. Eu estava cansada das pessoas se meterem na minha vida e não perguntarem como eu me sinto