Porção Literária #11 – Forsaken: O Choro dos Abandonados, de Nicholas Vernetti



Olá leitores do Sala Literária! Essa semana nossa resenha destaque foi Forsaken: O Choro dos Abandonados, de Nicholas Vernetti. E hoje, em nossa Porção Literária, você conhecerá os trechos mais importantes de toda história desse livro. 

Forsaken: O Choro dos Abandonados conta a história do vampiro Adrian. Mas não se engane, ele não é um vampiro comum. Ele é capaz de mudar o mundo! Confira nosso resumo e crítica sobre o livro aqui.

Então, vamos às Porções de hoje!

forsaken o choro dos abandonados de nicholas vernetti
Forsaken: O Choro dos Abandonados                     Nicholas Vernetti

 

As Porções

 

Sou um velho em corpo de rapaz, sou a ação da alma fundida a carne de uma forma jamais conhecida, ou observada. Sou aquele que venceu a morte e está disposto a relembrar seus melhores dias e os mais terríveis.

 

Era o mundo inteiro que estava assim, e não apenas o céu. Eu sentia absolutamente tudo, via tudo. E ter consciência daquilo, ouvir a triste música do vento, o som do silêncio, tudo isto começou a me deixar em pânico. Eu respirava fundo, como se fosse ficar sem ar a qualquer instante. Eu me sentia mais vivo do que nunca, parecia que nada tinha um limite.

 

Em meio a devaneios eu era como uma estrela perdida no vazio eterno de obscuridade que constituía o universo. Eu me sentia afundar novamente, todas as explicações que eu buscara para minha condição haviam se perdido em meio aquilo.

 

Há estrelas firmadas no espaço, bilhões delas, e em volta de uma pequena delas há o nosso planeta minúsculo. Você acha que a vida é difícil? É difícil apenas se você acreditar que é assim. Quando perceber que coisas impossíveis acontecem, então entenderá o que digo. Entenderá que o impossível é uma questão de ponto de vista, que se as formas do universo podem ser tão elaboradas e belas, como algo tão simples relacionado a nossa vida poderia ser impossível? 

 

E o que eu havia descoberto? Abandono, caos e nenhuma redenção. Eu não me sentia culpado por tirar a vida, me sentia culpado pelo fato de que outras pessoas morressem enquanto eu podia permanecer ali. 

 

E agora eu estava no ano de 2007, já faziam mais de cinco anos que Melissa havia me deixado, e eu chegava na parte mais caótica de minha história. 

 

Nós somos os abandonados, e passamos a vida inteira chorando, se lamentando, nossas lágrimas não nos permitem enxergar o quão fascinante e ilimitada é a vida. Eis o nosso maior erro. 

 

Participe!

Todas as semanas você confere os melhores trechos dos livros aqui na Porção Literária, e sabia que você pode participar? É só deixar nos comentários qual livro você gostaria que fosse destaque aqui.

Aproveite para ver nossa Porção Literária da semana passada com o livro Os Filhos dos Imortais – A Herança do Novo Mundo,  de Wallace Cavalcante e também a resenha que fizemos deste mesmo livro.

Se você quer estar atualizado sobre as novidades aqui do blog e receber em primeira mão nossos posts, assine o BOLETIM localizado na lateral do site.

Abraço e até a próxima Porção! 😉

Escrito por: Taisa Ferreira



© 2016, www.salaliteraria.com.br. Todos os direitos reservados.

21 thoughts on “Porção Literária #11 – Forsaken: O Choro dos Abandonados, de Nicholas Vernetti

  1. Oi, tudo bem?
    Acho que foi aqui no seu blog mesmo que eu tinha visto a resenha desdeivri e achei bem bacana esse post onde selecionou trechos dos livros.
    Doe escolhidos o que mais gostou e chamou minha atenção foi esse:

    fosse

  2. Olá =) Não conhecia essa coluna no blog, adorei! Li o resumo e crítica sobre o livro que você fez, ficou muito bom, ele é um vampiro filosofo né? Diferente. =) Todas as citações são muito boas reflexões. Porém a quarta foi a que mais gostei. Beijos’

  3. Oii, tudo bem?
    Amei os Quotes, não sou muito fã de histórias sobre vampros, confesso, mas achei a premissa dele ser capaz de mudar o mundo muito interessante, quem sabe eu acabe dando uma chance se tiver oportunidade.
    Ótimo post.
    Abraços Mary;)
    Leituras da Mary.

  4. Olá, bastante interessante a sua ideia de trazer quotes de livros em destaque. Não conhecia tal obra, mas fiquei tentado e muito, para conferir esta aventura. Vou te dar uma dica, traga quotes de Harry Potter e A Criança Amaldiçoada. Vou adorar ler, me avise se o fizer.

  5. Primeiro quero dizer que gostei desta coluna “Porção”, que eu não conhecia. Não li este livro ainda, na verdade, não o conhecia, mas os trechos (porções) que você escolheu para destacar, me atraíram. O que acontece com o personagem que me parece está sofrendo há algum tempo. Será só por conta da perda de Melissa? Acho que tem muito mais.
    Bjs

  6. Nunca tinha ouvido falar da obra, mas mesmo não se tratando de um vampiro comum, ainda é um vampiro, rs, e não curto esses seres, então dificilmente leria. Mas gostei bastante dos quotes, principalmente do que fala do impossível e do seguinte, que fala da culpa.

  7. Olá, tudo bom?
    Já havia lido sua resenha sobre esse livro, então, conferir os trechos agora só complementou um pouco mais a impressão que o livro me passou antes da leitura. Curti muito os trechos que você separou e esse tipo de coluna que nos apresenta os melhores trechos e nos deixam com um gostinho de quero mais em relação a obra.

    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

  8. Oi, tudo bem?
    Nunca tinha ouvido falar do livro ou até mesmo do autor, então é claro que conferir as citações que você disponibilizou no blog para ter uma ideia de como é a narrativa e como a história deve fluir. Por ser em primeira pessoa e ter como protagonista um vampiro, eu já adorei, e percebi que pelas citações podemos ver como ele se sente o tempo todo por ser quem é. Adorei! Dica anotada!

    Beijos! ♥

  9. Olá!
    Lembro que li a resenha esse livro e fiquei muito curiosa para ler o livro. Adorei ter lido esses trechos, pois todos me agradaram, mas dou especial destaque ao primeiro. Eu me sinto assim, uma alma velha em um corpo jovem, mas não sei dizer o motivo.
    O quote que fala da morte também é incrível. Acho que muitos já se sentira assim, mal por ver os outros morrerem enquanto ela continua viva.
    Espero ler esse livro em breve.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

  10. Oiee ^^
    Primeiramente: eu amei o último quote! Ainda não conhecia esse livro, e não sou bem fã de histórias com vampiros e coisas do tipo, mas fiquei curiosa para conhecer depois dessas porções. Gostei desse tipo de postagem, ainda não tinha visto nenhuma assim 🙂
    MilkMilks ♥
    Milkshake de Palavras

  11. Nossa, eu vi esse livro outro dia na Amazon, estava grátis, se não me engano. Não acredito que não baixei D:
    Adorei as porções literárias (e ainda mais o nome que você deu aos quotes, haha).
    Quero indicar o livro Virando Amor, da minha amiga Isadora pros próximos posts 😉

    Virando Amor

  12. Oi eu amo acompanhar essa sua coluna porque me deixa aqui babando pelos livros e amaria ver os quotes do Perdida da carina Rissi aqui. Não sei se faz muito seu estilo mas acho que esse livro é o que mais tem quote fofo! Beijos

  13. Eu ainda não conhecia o livro, por isso fui bisbilhotar a resenha. Adoro livro de vampiros, principalmente dos não comuns heheh Eu curti muito a ideia das porções, pois nos mostra um pouco como é a escrita do autor. Adorei ver nas porções anteriores O morro dos ventos uivantes, caixa de pássaros e até o droga da obediência do Pedro Bandeira. Muito legal. Parabéns pela ideia.

    *☆* Atraentemente *☆*

  14. Olá! Só de ler esses trechos do livro fiquei ponderando sobre o quanto ele deve ser profundo e reflexivo. Todas essas partes que falam da vida, a forma como a enxergamos e tal, põe o leitor para pensar sobre si próprio, como está levando sua vida. Esse vampiro protagonista me pareceu bem filosófico. haahhaa Beijos.

    thehouseofstorie.blogspot.com.br

  15. Quando a leitura agrega e o coração não deixa o livro ir embora, é bem normal que o mesmo livro tenha muitos trechos bacanas que de alguma maneira nos tocaram. Adorei os que você separou para compartilhar conosco, o meu preferido foi: “Há estrelas firmadas no espaço, bilhões delas, e em volta de uma pequena delas há o nosso planeta minúsculo. Você acha que a vida é difícil? É difícil apenas se você acreditar que é assim. Quando perceber que coisas impossíveis acontecem, então entenderá o que digo. Entenderá que o impossível é uma questão de ponto de vista, que se as formas do universo podem ser tão elaboradas e belas, como algo tão simples relacionado a nossa vida poderia ser impossível?”
    Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *