Porção Literária #27 – A Estranha Mente de Seth

Olá leitores! Essa semana liberei a resenha do livro A Estranha Mente de Seth, que conta a visão de um terrorista vivento em um mundo cheio de violência com os menos favorecido. Hoje, decidi trazer alguns quotes do livro, pois sei que muitos ficaram curiosos sobre a história de Seth.

Então, vamos conferir?

 

Skoob | Compre: Amazon

 

As Porções

Hoje não é diferente e o sentimento é o mesmo. Tenho vontade de levantar e lançar-me sobre eles com meus dedos longos e o soco inglês que carrego comigo, pronto para extrapolar os entalhes de meu nacionalismo em oposição ao predomínio imperialista austríaco em nossos domínios.

 

Não se convence as pessoas com palavras ociosas jogadas ao vento. A língua é um órgão torpe, mentiroso e insano, um mecanismo tosco para enganos; a boca é um buraco negro em que não se pode confiar. Por isso afirmo que agir é preciso.

 

Há um ponto crescente e negro na manhã de inverno. O temível prenúncio do medo. As pessoas baixam os olhos e fogem ao ver os homens de casaca vermelha. Mas dentre muitos há um guerreiro solitário, que em seu solene silêncio busca a riqueza gloriosa da guerra. Excerto da canção “Guerreiro Solitário” do caderno de Seth R.

 

Não tenho o costume de brigar com minha consciência, pois não denego o que penso, acredito que de alguma forma tudo pode ser aproveitado, só é preciso não tornar irresoluto ou perecível os pensamentos. Mas, desde que cogitei ingressar na Face Negra e fazer os treinamentos exigidos, algumas questões de hesitações tem assaltado meus pensamentos, apesar de eu sentir que em meu coração sou completamente nacionalista e radical.

 

Somos fantasmas soltos que peregrinam aleatoriamente, pioneiros que tem como objetivo passar adiante a estratégia de tensão e concretizar tais experiências para o logro do nacionalismo.

 

— Eu não disse que era a resposta, mas vale ressaltar que em tempos de paz convém a serenidade, mas quando a guerra estoura deve-se agir como um tigre.

 

Espero que tenham gostado dos quotes.

Nos vemos no próximo post!

 

Escrito por: Taísa Ferreira

© 2017, www.salaliteraria.com.br. Todos os direitos reservados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *