Voltando a Amar, de Danda de Alencar [RESENHA]

Título: Voltando a Amar

Autora: Danda de Alencar

Páginas: 351

Ano: 2017

 

Sinopse

“O difícil não é partir, quando não se tem motivos que te faça querer ficar, isso seria até mesmo considerado uma benção, porém, desde que Ethan entrou na minha vida, tudo que era pálido e frio ganhou cor e calor, o que era escuro se iluminou e meu coração há tanto adormecido, novamente voltou a bater no meu peito, ele me deu um motivo para lutar, um amor, uma família, me trouxe de volta o ar. Agora aqui estou me agarrando com unhas e dentes a vida, irônico até, depois de ter desejado que ela me fosse tirada, mas agora não sou apenas eu quem perderá com a minha morte. 
Superar uma perda nunca é fácil, não quando seu coração está fechado.
A jovem médica Helida é traumatizada pela perda do seu primeiro amor, prometeu nunca mais amar, até que um charmoso ortopedista chega a cidade, trazendo consigo seus próprios medos e uma vontade enorme de reviver o amor, seria possível que eles juntos, finalmente voltem a amar?
Venha descobrir que a felicidade pode estar bem ao lado, literalmente…”

Skoob | Compre na Amazon

 

 

Resumo

Voltando a Amar conta a história de Helida, uma jovem médica que acabou de se casar com seu primeiro amor, Caio. A felicidade e o amor de ambos é muito grande, mas logo se veem envolvidos em um acidente de carro, onde a única vítima é Caio.

Desolada com a perda de alguém tão importante, Helida se fecha para o mundo, para os amigos e principalmente para um novo relacionamento. Sair do próprio quarto todas as manhãs parece uma missão impossível e trabalhar incansavelmente em seu consultório se tornou a única forma de fugir um pouco da realidade.

O mundo de Helida se tornou escuro e sozinho. Ela não consegue mais enxergar seu futuro sem a presença de Caio. Porém a chegada de um novo vizinho, Ethan, que por ironia do destino está morando na casa que antes era de Helida e Caio, mexe com algo dentro dela.

Ethan também tem um passado marcado pelo sofrimento de um relacionamento conturbado, e se mudar para o interior se tornou a oportunidade que precisava para recomeçar.

 

Minhas impressões sobre Voltando a Amar

Li Voltando a Amar no final do ano passado, mas com toda essa correria que expliquei aqui, a resenha foi ficando e somente agora consegui sentar para contar para vocês essa minha experiência.

Eu gosto muito de romances, mas eles precisam ser realmente profundos para me conquistar. Confesso que no início Voltando a Amar me deixou com um pé atrás. Pensei que seria mais um romance clichê, mas o que experimentei foi um turbilhão de emoções!

Só para começar (calma, que não terá spoiller!) o acidente de Helida e Caio me fez parar por alguns segundos e pensar: ok, a autora já vai começar me machucando! rsrs Apesar de o acidente ser brevemente descrito, a cena nos insere no momento de forma que me vi dentro do carro, tendo as mesma sensações que a personagem.

O sofrimento de Helida é muito bem representado pela autora e a construção do relacionamento da personagem com Ethan é muito mais profundo do que uma simples atração. Ao mesmo tempo, Helida precisa lidar com o forte sentimento que ainda tem em relação ao marido e umas coisinhas a mais que vocês poderão descobrir durante a leitura.

Somente quem já perdeu alguém tão importante ou acompanhou quem já passou por isso, sabe como é importante esse novo relacionamento e o quão forte ele precisa ser para superar tudo.

Além dos personagens principais, os secundários também conquistam um espaço importante no coração do leitor. Eles são cativantes, e o tempo todo encorajam Helida e dão força para que ela se mantenha em pé.

Se pudesse resumir este livro em uma palavra seria Amor! Talvez até mesmo superação, mas amor traduz muito melhor toda a tragetória dos personagens.

Ah, e não posso esquecer da capa. Gente, que capa mais fofa é essa! Vocês sabem que eu julgo sim (infelizmente) o livro pela capa. Para mim essa é uma parte tão importante quanto o conteúdo, pois ele é a porta de entrada, o “cartão de visita” daquele trabalho do autor. Somente pela capa eu já sentiria vontade de ler Voltando a Amar. Ela me passa uma sensação tão boa que seria inevitável.

Particularmente, não vi nada que realmente tenha me incomodado na leitura. Talvez a teimosia da personagem, mas ao longo do livro vamos compreendendo suas atitudes e ela se torna uma personagem muito querida.

 

Participe!

Espero que tenha gostado da resenha. E se você gostou do livro e quer conhecê-lo melhor, você pode adquirir no link abaixo da sinopse. Não se esqueça de conferir a nossa última resenha do livro Vidas Roubadas, de Ana Cláudia Esquiávo.

Um abraço e até o próximo post. 😉

Escrito por: Taísa Ferreira Dias

© 2018, www.salaliteraria.com.br. Todos os direitos reservados.

14 thoughts on “Voltando a Amar, de Danda de Alencar [RESENHA]

  1. Taísa minha querida ❤
    O que posso dizer além de muiiiiito Obrigada.
    Sua resenha está incrível.
    Obrigada por fazê-la com tanto carinho pelos meus meninos amados!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *