Sexo Virtual, Amor Real, de Luísa Aranha [Resenha]



Título: Sexo Virtual, Amor Real

Autora: Luísa Aranha

Páginas: 152

Ano: 2016

“E era assim que eu me sentia pela primeira vez. Conformada por ter perdido o Leco, feliz de ter encontrado um outro caminho pra minha vida e de estar me descobrindo e me superando a cada dia. Pela primeira vez na vida, desde o acidente do Leco, eu não pensava em morrer. Eu queria continuar vivendo e queria construir uma nova história. E eu lembrei do Leo e pensei que tudo seria mais fácil se fosse com ele, que já me conhecia tão bem, pelo menos por dentro.”

 

Sinopse

Quando Marina entrou numa sala de bate papo qualquer naquela noite ela só queria dar o troco no namorado. O que ela não esperava era que quem teclava do outro lado fosse Leonardo e que todo o seu passado viria como um caminhão desgovernado, mais uma vez,  atropelando sua vida e abrindo de novo as feridas que ela achava que estavam cicatrizadas.

Aquela conversa a fez acordar de um coma que ela mesma induzia para não sentir toda a dor que trazia consigo.  Foi aquele bate papo que fez renascer nela a vontade de viver, de existir e de superar. Mas ela era confusa demais e reviver tudo que tanto doía podia ser a melhor forma de destruir sua vida para sempre.

Leonardo, Leco, Leo… Seriam a mesma pessoa? Esse nome tão familiar que havia partido cedo demais de sua vida agora retornava através de conversas sexys e profundas pela tela do celular. Não eram a mesma pessoa. Mas ela queria tanto que fosse.

Havia distância, segredos e mentiras em todas as conversas. Haviam sentimentos confusos, intensidade e vontades. Seria paixão? Uma nova chance pra ela? Será que um encontro virtual poderia se tornar real?

 

Minha Opinião Sobre Sexo Virtual, Amor Real

Marina acabou de descobrir que seu namorado, Igor, estava lhe traindo através de um relacionamento virtual. E para se vingar e se sentir menos humilhada ela acaba fazendo o mesmo com ele. O livro inicia exatamente no momento em que Marina começa a conhecer o Leonardo, um cara super bacana que mostra que um contato virtual pode ser muito mais do que sexo.

Marina se vê completamente viciada em conversar e fazer sexo com Leonardo virtualmente. Ela sabe que não é certo, primeiro porque o fato de seu namorado ter traído ela não significa que ela seja melhor do que ele fazendo o mesmo; segundo, porque Leonardo tem namorada e a traí, mesmo que de início ele cria a desculpa de que não havendo contato físico não é traição; e terceiro porque eles moram em estados diferentes, tornando totalmente inviável o encontro deles em algum momento.

Mas a relação deles vai crescendo aos poucos e se tornando cada vez mais forte, mais intensa (em todos dos sentido) e quando Marina se muda à trabalho para a cidade de Leonardo, essa relação se torna ainda mais confusa.

A situação de Marina não é tão simples. Antes de conhecer e começar a namorar o Igor, ela tinha passado por um momento muito complicado em sua vida. Ela perdeu seu primeiro namorado, que coincidentemente também se chamava Leonardo. Essa coincidência acaba ajudando Mariana a se sentir atraída pelo novo Leonardo, mas ela sempre tenta separar as coisas. A perda do amor da sua vida causou muitos problemas para a autoestima e a vida de Marina, que começou a não ver mais sentido em viver sem seu primeiro namorado.

A história de amor virtual de Marina e Leonardo é intensa. Ao mesmo tempo, o relacionamento deles não é a base de sexo virtual. Ambos se conectam desde o princípio, auxiliando um ao outro, principalmente o Leonardo que está sempre ajudando Marina a colocar a cabeça no lugar.

Os amigos de Marina, apesar de não aparecerem muito durante o livro, são amigos de infância e importantes confidentes, que estão ao lado da amiga para ajudá-la e defendê-la de tudo e todos. Mas quem mais me simpatizei foi com o Gustavo, pois senti que ele era muito mais próximo e atento as sentimentos de Mariana.

Toda a história é um pouco contos de fadas moderno, onde tudo flui para que o casal possa ficar junto, mas esse relacionamento é muito mais complicado do que qualquer conto de fadas, e sem fada madrinha para ajudar.

Um detalhe diferente que percebi no livro é que cada capítulo é nomeado com o estado de espírito da personagem. Cada capítulo te dá uma ideia de como Marina está, pelo menos foi que o deu para entender.

Para quem gosta de livros com cenas super-hiper-mega picantes e uma boa pitada de romantismo, esse livro é perfeito. A autora descreve cenas de sexo, principalmente no inicio do livro, de forma bem explicita, mas constrói um mocinho, que por mais que esteja errado em trair a namorada virtualmente, é um fofo com a protagonista. O livro me envolveu muito, criando uma curiosidade em mim para conhecer mais sobre o passado de Marina, que aos poucos é revelado, nos fazendo entender seus motivos e suas atitudes.

 

Participe!

Esse foi o sétimo livro resenhado através do projeto Resenhando Nacionais, do Traduzindo PalavrasEspero que tenha gostado da resenha. Se quiser conhecer mais a autora, fizemos um cantinho especial para ela aqui no blog e também você pode conhecer o blog Causos & Prosas da autora, onde encontrará mais informações sobre seu trabalho e seus livro. Você pode adquirir o livro aqui. Deixe nos comentários a sua opinião e contribua com crescimento do blog, agregando sua visão sobre a história.

Livros precisam ser lidos, relidos e discutidos.

Aproveite e assine o nosso BOLETIM, localizado na lateral do site e fique por dentro das novidades aqui do blog. Não se esqueça de conferir nossa última resenha do livro As Vantagens de Ser Invisível, Stephen Chbosky .

Um abraço e até o próximo post. 😉

Escrito por: Taísa Ferreira Dias



© 2017, www.salaliteraria.com.br. Todos os direitos reservados.

2 thoughts on “Sexo Virtual, Amor Real, de Luísa Aranha [Resenha]

  1. Ai meu coração!!!!

    Fico imensamente grata pela oportunidade de mostrar um pouco do meu trabalho e pela sua dedicação a leitura.

    A ideia do nome dos capítulos é exatamente essa que você descreveu, mostrar o estado de espírito da protagonista conforme a história se desenvolve.

    E não é porque Leo é minha criação, mas também acho ele um fofo… Tão fofo que me atormentou por dias até eu resolver dar a chance dele contar a sua versão dos fatos e como tudo aconteceu depois que eles finalmente se encontraram… Assim nasceu Sexo Real, Amor sem igual. Que é uma continuação para quem curtiu a história e se apaixonou por ele!

    Mais uma vez obrigada pela oportunidade e pelo cantinho! Eu amei!

    1. Olá Luísa!
      Fico feliz que tenha gostado! Eu que agradeço a oportunidade de conhecer a Marina e o Leo. Agora estou super curiosa sobre o segundo livro e acho que não tem como não ficar. O Leo é realmente encantador!

      Bjs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *