Borborema – Letícia Godoy [Primeiras Impressões]

Olá leitores do Sala Literária! Hoje trago minhas Primeiras Impressões de Borborema, o mais novo livro da nossa parceira Letícia Godoy.

 

“Meu pai estava à beira da morte e minha família precisava que eu fosse para o interior, a fim de discutir o que faríamos com os negócios da família… Afinal, eu ainda era uma das cinco herdeiras do senhor Manoel Felipe Amorim de Magalhães, um dos homens mais bem sucedidos de Siqueira Campos, a pequena cidadezinha onde cresci, nas terras da fazenda Borborema.”

 

Resumo

Annabel é uma advogada muito bem sucedida, que está sempre dedicando todo seu tempo livre ao trabalho. Nada além de trabalho se encaixa em sua rotina, e toda essa tensão causada pela profissão, e simplesmente por nunca relaxar, tornou-a uma mulher muito dura consigo mesma, e com todos que tentam se aproximar de seu coração.
Em uma de suas causas, Annabel está defendendo Joana, uma jovem vítima de abusos causados pelo padrasto durante toda sua adolescência, e só tardiamente é que a mãe da garota se deu conta do que o homem fazia com a filha às suas costas.  A advogada estudou muito bem o caso de Joana, e por isso deu um show ao ganhar a causa da garota e colocar o padrasto atrás das grades.
Algo na história de Joana a deixa atormentada, um trauma do passado vem com toda força em sua mente, mesmo elas não compartilhando da mesmo história, mas há uma semelhança na forma como elas se entrelaçam.
Há quinze anos Annabel saiu do interior, deixou sua casa, sua família, e desde então não tiveram contato, a advogada até tentou se reconectar com a família mas nunca teve retorno. Naquele mesmo dia após o julgamento, Annabel  recebe uma ligação de sua família, onde estranhamente pedem que ela retorne à Borborema.
Quinze anos haviam se passado, porque só agora a família entrou em contato com ela? será que a perdoaram?
Depois de muito pensar a respeito, Annabel decide que é hora de enfrentar seu passado, é hora de aceitar o que aconteceu anos antes e superar todo aquele trauma que por anos a aterrorizara. É hora de voltar à Borborema.

Minhas conclusões sobre Borborema

A primeira coisa que eu jamais poderia deixar de comentar, é a evolução da Letícia como escritora, comparando Deixe-me entrar, (primeiro livro da autora) para Borborema, a escrita de Borborema é tão fluída, que a cada parágrafo te da vontade de ler mais e  mais.
Outro ponto muito positivo, é o mistério do passado de Annabel. O que a levaria a sair de casa tão jovem, ainda na adolescência, e por mais de quinze anos nunca ter nenhum retorno da família às suas cartas? Porque só agora, a família finalmente a convida para voltar para o sítio?  Qual é o trauma sofrido por Annabel na adolescência, porque ela receia que a família não a tenha perdoado?
Enfim, somente lendo a degustação, já me fiz tantas perguntas sobre o decorrer da história, que espero logo logo ler o livro completo e trazer todos os detalhes pra vocês! Tenho certeza que não vou me decepcionar, além do mais simpatizei muito com o espírito forte e determinado da protagonista!! 

Borborema está disponível para vendo no site da Editora Arwen. Adquira aqui seu exemplar!

 

Participe!

O que você achou da nossa resenha? Comente aqui embaixo e compartilhe sua opinião. Tem algum livro que você gostaria de ver resenhado aqui? Então vá em nosso Menu > Sugestões dos Leitores e deixe lá sua sugestão.

Aproveite e assine o nosso BOLETIM, localizado na lateral do site e fique por dentro das novidades aqui do blog. Não se esqueça de conferir nossa última resenha: Sofia, de Mai Passos G.

Um abraço e até o próximo post. 😉

 

Escrito por: Larissa Aparecida Ferraz

 

© 2017, www.salaliteraria.com.br. Todos os direitos reservados.

2 thoughts on “Borborema – Letícia Godoy [Primeiras Impressões]

  1. Gratidão é uma palavra que define! Muito obrigada por suas palavras, sua leitura foi muito sensível e espero que o restante do livro lhe agrade ainda mais <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *