Divina Paixão, de Adrieni Latorre Real [RESENHA]



Título: Divina Paixão

Autora: Adrieni Latorre Real

Páginas: 222

Ano: 2017

 

 

“Era visível, como os sentimentos eram sinceros e recíprocos, pois o brilho que refletia em cada olhar, era diferente do dia-a-dia, era um momento mágico e, quando Smarald sorriu e com sua mão acariciou seu rosto, Miguel soube, através desses pequenos gestos, que estava sendo correspondido, retribuindo, assim, por meio de um beijo intenso e apaixonado, selando dessa forma a noite com o início de uma futura relação.’

 

Sinopse

Em tempos remotos , por causa de uma guerra celestial , surgiram duas forças que por consequência do destino se tornaram grandes inimigos . Ambas forças foram destinadas a se enfrentarem constantemente durante séculos e séculos .Esses seres místicos permaneceram ocultos no mundo , vivendo na sombra entre os humanos ,mas, com o passar dos séculos, evoluíram e, atualmente, convivem entre eles de uma maneira camuflada , como é o caso de Miguel e Smarald . A historia retrata a vida de cada um , desde suas existências quando descreve os lugares que percorreram até se conhecerem e os obstáculos que terão que enfrentar , pois o destino ,além de incerto ,pode ser cruel , como é o caso deles . Ambos pertence a forças diferentes , mas, devido a uma fatalidade do destino ,aconteceu que ambos se cruzassem e tivessem que conviver juntos . Infelizmente , o que os Lideres , tanto do bem quanto do mal , jamais chegaram imaginar , que a convivência deles poderia gerar um fato inaudito , porque , apesar de serem inimigos e pertencerem ao lado oposto, poderiam se atrair . Tanto Miguel como Smarald desafiarão as normas , para tentar permanecer juntos no decorrer da historia , o que ocasionará grandes desafios , gerando assim uma revolução no mundo místico , produzindo grandes sequelas , além de inúmeras polêmicas .

Skoob | Saraiva | Clube dos Autores | Agbook | Amazon | Americanas | Submarino | Magazine Luiza

 

Resumo

Divina Paixão começa contando sobre a criação do mundo onde o bem e o mal surgiram. Seres místicos estão presentes por toda a história, mas o foco está no amor impossível entre dois seres de lados opostos. De um lado uma vampira, destinada a espalhar o mal por sobre a terra, trabalhando para Lúcifer. Do outro, um humano descendente de um Arcanjo, que agora herdou os poderes para espalhar o bem no mundo, sempre que necessário.

O que impede o amor destes dois personagens começa muito antes mesmo deles nascerem. Após ter se entregado a serviço de Lúcifer, Vlad Dracul (sim, Conde Drácula!) se apaixona por uma humana, Yelena, que mais tarde foi abusada por seu patrão e carrega um filho dele. Irado pelo que aconteceu, Vlad mata o patrão de sua amada e ele a transforma logo após sua filha nascer. A linda Smarald cresce como humana ao lado da mãe e de Vlad, que se torna o pai da menina, até seus 18 anos. Ao completar essa idade, ela é levada até Lúcifer para ser transformada em vampira também, mas não uma vampira qualquer e sim a sucessora de seu pai a serviço de Lúcifer.

Seu primeiro trabalho com vampira é diretamente com humanos e assim ela acaba se misturando a eles, trabalhando como uma humana e escondendo a verdade sobre si. Após encontrar sua “vocação” em meio aos seres humanos, Smarald é contratada para trabalhar em uma fazenda para treinar um famoso campeão de rodeio.

Miguel é um fazendeiro e sua maior paixão são os rodeios, porém nenhum treinador se mantém muito tempo no cargo e agora ele está contratando Smarald e espera conseguir ganhar novamente e não perder a treinadora dessa vez. O que ambos não esperavam era que um amor grandioso crescia dentro dos dois, mas logo saberiam que esse amor seria impossível, pois Miguel era descendente de uma Arcanjo e por ordem jamais poderia se relacionar com um ser maligno como uma vampira, principalmente se tratando de Smarald, a sucessora de Vlad. Mesmo assim eles acabam se rendendo a esse amor e enfrentando todos para conseguirem ficar juntos. Mas será que conseguirão?

 

Minhas Conclusões Sobre Divina Paixão

Divina Paixão não nos traz personagens novos. A maioria conhecida por nós: vampiros, anjos, demônios, lobisomens, até mesmo seres muito famosos das histórias estão presentes, como Conde Drácula, Lúcifer e Miguel Arcanjo. Porém, o mais interessante é que a autora trouxe uma versão diferente das histórias desses personagens e possibilitou uma visão diferente do perfil de cada um.

Todo o enredo flui em função do relacionamento de dois seres que jamais poderiam se aproximar. A autora trabalha os sentimentos dos seres malignos, como se quisesse mostrar que estes também têm sentimento, mesmo trabalhando para o lado do mal.

A escrita da autora é leve e contagiante. Você sempre quer continuar a ler mais um pouco para descobrir o que irá acontecer com nossos personagens. A capa do livro, confesso que não me chamou a atenção e ainda pode melhorar um pouco, porém ela consegue representar bem o que está por trás de toda a história. O livro é todo escrito em terceira pessoa, dando a sensação de se estar ouvindo uma história.

O final do livro deixa um gancho para uma possível continuação, afinal de contas Miguel e Smarald estão enfrentando diretamente Lúcifer ao se apaixonarem e quererem viver o amor. Recomendo este livro para quem gosta de histórias com seres místicos e com uma versão diferente de personagens já conhecidos.

 

Participe!

Espero que tenha gostado da resenha. Se gostou do livro e quer conhecê-lo melhor, você pode adquirir nos links abaixo da sinopse. Se quiser conhecer mais sobre a autora, você pode ver o cantinho que criamos para ela aqui no blog. Deixe nos comentários a sua opinião e contribua com crescimento do blog, agregando sua visão sobre a história.

Livros precisam ser lidos, relidos e discutidos.

Aproveite e assine o nosso BOLETIM, localizado na lateral do site e fique por dentro das novidades aqui do blog. Não se esqueça de conferir nossa última resenha do livro Aposta de Risco, A. Britto.

Um abraço e até o próximo post. 😉

Escrito por: Taísa Ferreira Dias

 



© 2017 – 2018, www.salaliteraria.com.br. Todos os direitos reservados.

15 thoughts on “Divina Paixão, de Adrieni Latorre Real [RESENHA]

  1. Estou boquiaberto �� pela história. Digo mais, estou perplexo com o desfecho de Smarald e Miguel. E estou ansioso para saber se terá continuidade ou algum “derivado” utilizando outro ponto de vista?… Os personagens me cativaram de uma forma absurda, estou até agora encantado por eles. Você simplesmente me surpreendeu do início ao fim. Parabéns, a sua obra é linda e merece ter destaque e todo mérito referente ao seu esforço ao escrever um livro tão maravilhoso. Somente deixarei pequenas observações que talvez podem valorizar mais o livro. Caso pense em fazer uma nova versão, use ilustrações isso irá cativar os novos leitores e principalmente adolescentes que gostam desse estilo de leitura. Outro detalhe, seria usar à passagem de tempo para indicar os períodos das fases dos personagens. Usando pequenas introduções, acredito fielmente que isso poderá prender a atenção dos leitores e conseguirá aumentar mais as expectativas ao decorrer da leitura. Essa é minha crítica, não tenho que acrescentar mais nada por que ainda estou absorvendo essa história fantástica e fabulosa. Achei interessantíssimo todos os detalhes e características desse romance. Delicadamente me transportei para esse mundo místico e enigmático. Espero que tenha todo sucesso ao longo dessa jornada e se for possível insista nesse gênero literário. A história é de encher os olhos, além de ser uma leitura agradável e prazerosa. ����������

  2. Adorei a resenha, parabéns . Na minha opiniao O melhor da historia esta em uma relação amorosa que surge entre duas espécies e isso vai causar grandes transtornos emoções e aventuras, comenta como surgiu os caçadores de vampiros e qual o real motivo de serem seus inimigos. Para quem gosta do mundo dos vampiros vale lembrar, que eles são modernos não tem problema com sol e não morrem só de estaca, existem outros perigos que podem causar a morte deles.

  3. Gostei da sua resenha. Na minha opinião o Romance é bem construído e a leitura possui fluidez graças ao domínio de coesão e coerência. Sem nenhuma dúvida Divina Paixão é uma obra que conquistará os leitores, essa obra é de fato uma Pérola rara!

  4. Gostei da resenha .O livro é bom e quero deixar o meu parecer. Achei interessante a obra e um ponto positivo é que te induz a continuar com a leitura e isso é um bom sinal, ao menos para mim . Outra coisa que me chamou a atenção, foi a criatividade da autora, pois ela usou fatos reais entre outras coisas , para dar explicações em um mundo cheio de fantasias e essa mescla se enquadro perfeitamente no contexto da historia, dando uma perspectiva distinta, mais congruente para o mundo dos Vampiros. Nao me arrependi de ter lido . A historia para quem gosta do mundo cheio de fantasia é ideal .

  5. Adorei sua resenha, vc descreve perfeitamente os pontos principal da obra. Só quero ressaltar que a autora se baseia em fatos reais para da explicaçao a historia . Por exemplo pq os vampiros nao tem a debilidade do sol.bjs adorei seu blog.

  6. É um livro interessante e que nos da muitas explicações de como surgiu cada ser . Outra coisa genial é que explica porque algunas debilidades não atinge os vampiros. Adorei a resenha . Bjs é leiam !!

  7. Sua resenha ficou super legal.
    Gostei muito da história de ficçâo onde a autora relata
    de forma clara a disputa entre o bem e o mal.
    os personagens são envolvidos em uma trama na qual
    são obrigados a fazer escolhas e sofrer as consequências,
    prendendo-nos à leitura.

  8. adorei a sua resenha . O livro é cheio de encantos, o que me gostou é que para dar uma nova versao das lendas deu certas explicaçoes, como : pq nao se queimam qdo se expoe ao sol o porque surgiu os caçadores de vampiros . Para quem gosta de literatura fantastica é uma otima eleiçao . Ah !!! adorei seu blog ,bjs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *