Borborema, de Letícia Godoy [RESENHA]

Título: Borborema

Autora: Letícia Godoy

Páginas: 346

Ano: 2016

 

Sinopse

Annabel é uma mulher fria e calculista, que fugiu do seu passado para a cidade grande e construiu uma vida “segura” e invejada por muitos. Sua intenção era nunca mais olhar para trás, porém um telefonema muda tudo e a obriga a voltar à Borborema, a fazenda de sua família.

Lá, ela terá que enfrentar muito mais do que inicialmente havia imaginado. Conflitos familiares, medos particulares, um assassinato que de alguma forma pode estar relacionado a ela e um homem que promete abalar as estruturas nada firmes de seu ser. 

Borborema promete envolver e encantar o leitor da primeira à última página.

 

Skoob | Amazon | Direto com a autora

 

 

Resumo

Olá leitores do Sala Literária, tudo bem com vocês? Hoje trago uma resenha maravilhosa do livro Borborema da querida Letícia Godoy.

Annabel é uma advogada forte, decidida e muito bem sucedida no que faz, trabalhando em um escritório de advocacia, tem como pessoas mais próximas, seu chefe André e sua secretária Glória. Devido a traumas do passado a advogada deixou sua família ainda na adolescência e se aventurou para ganhar a vida em uma cidade grande, e desde então nunca mais teve noticias das pessoas que deixou pra trás. Mas tudo isso muda quando Annabel recebe uma ligação de um advogado da família dizendo que ela precisa retornar à fazenda Borborema.

O choque de Annabel é tão grande que de início ela não sabe exatamente que decisão tomar, mas opta por enfrentar seus fantasmas e procurar aqueles que um dia lhe viraram as costas. O motivo da urgência para a advogada retornar à fazenda, é que seu pai está com a saúde bastante debilitada, bem próxima do fim e se ela não fosse vê-lo, perderia a chance de despedir-se.

Com tamanho receio mas com uma certa esperança no coração, Bel retorna à fazenda, mas vê que o sítio não é mais o mesmo como ela se lembrava em sua infância e adolescência. A fazenda estava em péssimo estado, as dívidas se acumulavam e seu pai estava prestes a perder a fazenda para um fazendeiro rico e ganancioso que estava se aproveitando dos inúmeros empréstimos feitos com ele para tomar a fazenda pra si.

Com tudo isso acontecendo, Annabel se vê mais perdida ainda quando conhece um charmoso peão que está mexendo com todas as barreiras que a muito ela levantou para afastar de alguma forma sua humilhação do passado, desde o ocorrido, ela jamais se entregou a um homem de corpo e alma, sua vida era seu trabalho,e para não reviver todo aquele pesadelo outra vez, ela preferia que continuasse assim, mas é aquele ditado, “Nem tudo é como a gente quer”.

 

Minhas conclusões sobre Borborema

Ah, Borborema foi uma leitura tão agradável, fluida, muito bem estruturada, com tudo aquilo que a gente gosta. Há um misto de romance, ação, uma pegada mais adulta, saindo dos romances adolescentes, que são bons, mas sem dúvidas essa pegada adulta remete uma história bem mais construída.

Sem sombra de dúvidas esse livro é maravilhoso, leitura obrigatória! Talvez seja porque o livro é mais estruturado, mais adulto, mas senti uma diferença de um abismo com Deixe-me entrar, outra obra da autora, e quero dizer que tamanha diferença foi pra melhor, muito melhor diga-se de passagem.

 

Participe!

Espero que tenha gostado da resenha. E se você gostou do livro e quer conhecê-lo melhor, você pode adquirir nos links abaixo da sinopse. Não se esqueça de conferir a nossa última resenha do livro Valeu, Universo!, de Luísa Aranha.

Um abraço e até o próximo post. 😉

 

Escrito por: Larissa Ferraz

© 2017, www.salaliteraria.com.br. Todos os direitos reservados.

One thought on “Borborema, de Letícia Godoy [RESENHA]

  1. Que resenha mais linda! Que bom que curtiu, meu amor! E em relação a diferença de escrita, realmente, eu como autora fico querendo me dar uns tapas ao reler deixe-me entrar kkkkkk inclusive, estou reescrevendo o livro, dando uma repaginada nele para uma segunda edição!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *