Romance com o Duque, de Tessa Dare [RESENHA]

Título: Romance com o Duque

Autor: Tessa Dare

Páginas: 256

Ano: 2016

Editora: Gutenberg

 

Sinopse

Fonte: https://goo.gl/KHPznJ

Izzy sempre sonhou em viver um conto de fadas. Mas, por ora, ela teria que se contentar com aquela história dramática.

 

 

A doce Isolde Ophelia Goodnight, filha de um escritor famoso, cresceu cercada por contos de fadas e histórias com finais felizes. Ela acreditava em destino, em sonhos e, principalmente, no amor verdadeiro. Amor como o de Cressida e Ulric, personagens principais do romance de seu pai.

Romântica, ela aguardava ansiosamente pelo clímax de sua vida, quando o seu herói apareceria para salvá-la das injustiças do mundo e ela descobriria que um beijo de amor verdadeiro é capaz de curar qualquer ferida.

Mas, à medida que foi crescendo e se tornando uma mulher adulta, Izzy percebeu que nenhum daqueles contos eram reais. Ela era um patinho feio que não se tornou um cisne, sapos não viram príncipes, e ninguém da nobreza veio resgatá-la quando ela ficou órfã de mãe e pai e viu todos os seus bens serem transferidos para outra pessoa.

Até que sua história tem uma reviravolta: Izzy descobre que herdou um castelo em ruínas, provavelmente abandonado, em uma cidade distante. O que ela não imaginava é que aquele castelo já vinha com um duque…

Skoob | Amazon

Resumo

Isolde Ophelia Goodnight ou simplesmente Izzy é uma jovem que recentemente ficou órfã. Seu pai era um famoso e muito adorado como escritor, mas ao falecer deixou sua filha a ver navios, sem um tostão no bolso. Izzy sonhava em encontrar seu príncipe encantado que a resgataria de todos os problemas, assim como os personagens dos livros de seu pai, mas percebeu que isso jamais aconteceria.

Sua vida começa a mudar quando ela acaba herdando um castelo do Conde Lynforth. Porém, como tudo na vida de Izzy não é como um conto de fadas, ela se depara com um castelo sujo, mal cuidado e com um estranho morador que afirma ser o dono daquele castelo.

O Duque de Rothbury sofreu um sério acidente há um tempo e se refugia do mundo dentro de seu castelo. Com seu desaparecimento do meio social todos pensam que está morto, mas agora que Izzy chegou alegando ter herdado seu castelo o Duque se vê obrigado a sair de seu esconderijo para conseguir entender o que está acontecendo e para conseguir conviver com a mais nova moradora do castelo.

A paixão entre os dois é inevitável, porém há muito mais problemas que eles precisarão resolver. Aprender a conviver um com o outro é essencial, mas quase impossível e entender o que está acontecendo na vida deste Duque mudará completamente o rumo dos dois.

 

Minhas Conclusões Sobre Romance com o Duque

Romance com o Duque é um dos poucos livros de romance histórico que eu já li. A leitura foi sugerida através do grupo de leitura Lendo com o Livros & Fuxicos, da Paola Alessandra do blog Livros & Fuxicos.

No início da leitura fiquei um pouco apreensiva se iria gostar ou não, mas a Izzy acabou me conquistando. Ela é a garota fora dos padrões de beleza da época, desajeitada, quase sem modos e com cabelos indomáveis. Ela sonhava encontrar o príncipe encantado, mas com o tempo percebeu que a vida não é um conto de fadas. O seu jeito sincero de ser traz alguns momentos até mesmo engraçados ou inusitados, mas nada muito extravagante.

O Duque é um personagem que apesar de ranzinza encanta ao longo da história, ainda mais quando se percebe que ele sofreu muito no passado, sofre no presente por causa das cicatrizes deixadas em um acidente e o quanto ele amadureceu desde então. Seu jeito bruto de ser nada mais é do que seu senso de segurança o impedindo de se abrir ao mundo que ele acredita que o rejeitará por não ser o lindo Duque que era. Antes do acidente ele não era o melhor exemplo de homem e fora o seu título também não era um dos melhores pretendentes.

Li algumas resenhas desse livro depois de lê-lo. Resenhas de pessoas que já estão habituadas e que gostam muito de leituras de romances de época. Percebi que algumas dessas pessoas acharam a história, apesar de boa, um pouco fraca. Eu particularmente adorei o livro e fiquei grudada nas páginas e até extrapolando um pouco o tempo de leitura que reservo todos os dias. Não tenho muito contato com romance de época para dizer se há melhores, mas este realmente me deixou fascinada. Me encantei pela Izzy, que apesar de viver em uma época em que as mulheres não tinham voz, consegue convencer o duque a embarcar em seus planos.

As histórias de seu pai atravessam o limite da sanidade em relação aos seus fãs, já que nos deparamos com uma verdadeira sociedade criada a partir das histórias do seu pai.

Apesar de no fundo ter certeza que as coisas não acabariam mal, o final traz muitas revelações sobre a vida destes dois personagens. 

Foi uma leitura que me prendeu do início até o fim e proporcionou novos livros do mesmo gênero à minha lista.

 

Participe!

Espero que tenha gostado da resenha. Se gostou do livro e quer conhecê-lo melhor, você pode adquirir nos links abaixo da sinopse. Deixe nos comentários a sua opinião e contribua com crescimento do blog, agregando sua visão sobre a história.

Livros precisam ser lidos, relidos e discutidos.

Aproveite e assine o nosso BOLETIM, localizado na lateral do site e fique por dentro das novidades aqui do blog. Não se esqueça de conferir nossa primeira impressão do livro Valeu, Universo!, de Luísa Aranha.

Um abraço e até o próximo post. 😉

Escrito por: Taísa Ferreira Dias

© 2017, www.salaliteraria.com.br. Todos os direitos reservados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *