Falando o Mais Rápido Que Posso, de Lauren Graham [RESENHA]

Título: Falando o Mais Rápido Que Posso

Autora: Lauren Graham

Páginas: 246

Ano: 2016

Editora: Record

 

Sinopse

A estrela Lauren Graham dá um presente aos fãs. Em “Falando o mais rápido que posso”, a intérprete da eloquente e amada Lorelai Gilmore faz uma retrospectiva da sua vida e compartilha histórias engraçadíssimas sobre amadurecimento, o início de sua carreira de atriz e, anos depois, como é sentar em seu trailer no set de Parenthood e se perguntar “Será que eu, hmmm, cheguei lá?”.

Ela também fala abertamente sobre os desafios e as cobranças de ser uma mulher solteira em Hollywood e conta histórias divertidíssimas, como, por exemplo, a vez em que pediram a ela que fizesse um teste para um papel com a própria bunda. Finalmente, Lauren encara uma épica maratona de Gilmore Girls e relembra como foi gravar cada ano da série original e o que significou para ela voltar a interpretar, nove anos depois, uma de suas personagens preferidas.

Além de trazer fotos e trechos do diário que Lauren manteve durante as gravações do reboot “Gilmore Girls: Um Ano para Recordar”, este livro é como uma noite agradável em casa batendo papo com sua melhor amiga, rindo, contando muitas histórias e – é claro – falando o mais rápido que você puder.

Skoob | Compre: Amazon (Físico) | Amazon (eBook) | Submarino | Americanas 

Se quiser descontos na compra do seu livro, então conheça o Cupom Válido. Lá você encontrará cupons de desconto em várias lojas.

 

Minhas Conclusões sobre Falando o Mais Rápido Que Posso

Que Lauren Graham é super divertida todo mundo sabe, e seria impossível que seu livro fosse diferente, não é mesmo.

Composto por capítulos bem curtos – exceto o último – a autora fala de suas experiências ao longo de sua jornada como atriz. Conheci Lauren (parece até que sou íntima, não é? rsrs) através da série Gilmore Girls, onde acredito que a maioria também a tenha conhecido. Acompanhar sua história através deste livro me fez perceber o caminho, nada fácil, que um ator precisa percorrer para ser reconhecido.

Recheado de momentos ora engraçados, ora emocionantes a autora também fala um pouco dos seus momentos na série Gilmore Gilrs. Confesso que deu uma pontada da saudade de série e ao mesmo tempo uma felicidade em saber que ela foi produzida com tanto amor por toda a produção. E também ver que parte do que senti vendo o revival da série também foi vivenciado pelos atores.

A escrita bastante íntima de Lauren nos faz viajar na leitura e querer só mais um capítulo, e mais um, e mais um… A cena que conseguia ver era Lauren (ou Lorelai, agora já não consigo mais distinguir), sentada em uma cadeira com uma xícara grande de café na mão me contando suas histórias. Essa escrita torna o leitor bem mais próximo do escritor e adoro isso. É claro que por ser uma biografia não teria como ser diferente. Mas depois de 7 temporadas e 1 revival você acaba sentindo que aquelas palavras não passam de um diálogo entre vocês. E um detalhe importante (rsrs) ela sempre abre um parênteses, ou melhor vários, durante todo o livro, para acrescentar um comentário e como tenho hábito de fazer isso você já deve imaginar quantas vezes apaguei parênteses dessa resenha. É viciante!

De todos os capítulos o último sem dúvida é mais marcante, para mim, pois traz uma parte que mais tenho familiaridade. Para quem gosta muito da atriz esse livro será uma leitura incrível, mas se não conhece a carreira da atriz ou não se interessa pelo nicho não acredito que seja tão interessante. 

Como sou levada um pouco pela capa, não posso deixar de falar dela. O meio rosto da autora estampando a capa já dá uma ideia do quão cativante é o livro. E quando li: falando mais o rápido que posso, fiquei imaginando Lorelai repetindo essa frase várias vezes, cada vez mais rápido (não sei porquê 😆 ).

 

Participe!

Espero que tenha gostado da resenha. E se você gostou do livro e quer conhecê-lo melhor, você pode adquirir nos links abaixo da sinopse. Não se esqueça de conferir a nossa última resenha do livro Pequenas Grandes Mentiras, de Liane Moriarty.

Um abraço e até o próximo post. 😉

Escrito por: Taísa Ferreira Dias

© 2018, www.salaliteraria.com.br. Todos os direitos reservados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *